Obrázky na stránke
PDF
ePub

(15) Et concupierunt concupis- Saudosos, no deserto, do deleite

centiam in deserto, et tentaverunt Deum in inaquoso.

(16) Et dedit eis petitionem ipsorum, et misit saturitatem in ani

mas eorum.

(17) Et irritaverunt Moysen in castris, Aaron sanctum Domini.

Que no parco manjar do Egypto achavam,
Neste sitio inaquoso a Deos tentaram :
Torna o Senhor benigno

A apagar-lhes da sêde o ardor violento;
E do ceo lh' enviou novo sustento.

Mas a intriga insultante assalta o sceptro,
Attaca a mitra, e o summo sacerdocio:
Moysés e Arão, da sedição cercados,
No Senhor só confiam.

(18) Aperta est terra, et deglu- Corisca o ceo; a terra se abre e abysma

livit Dathan, et operuit super congregationem Abiron.

(19) Et exarsit ignis in synagoga eorum, flamma combussit peccalores (*).

(20) El fecerunt vitulum in Horeb, et adoraverunt sculptile.

(21) Et mutaverunt gloriam suam, in similitudinem vituli comedentes fænum.

Os revoltosos chefes deste schisma.

Rompe-se o pavimento, a Dathan traga;
D'Abiron a sequella criminosa

Toda em chammas vorazes se consome;
Destroe a synagoga

Fogo devorador. Lição tremenda !
Mas inutil, que o povo não se emenda.

Ante um vitello d'ouro se prosternam,
Vil imagem de um bruto que nos campos
Se alimenta de flores e de fêno:

Por este simulachro

Trocam o Deos dos Ceos, que os amparava,
A gloria sua, a fé que os resgatava.

(*) Core, Dathan, Abiron, e On revoltaram-se contra Moysés e Arão. O Levita Core não podia soffrer que o Pontificado houvesse de continuar perpetuamente na familia de Arão. Dathan e os outros, que descendiam de Ruben, primeiro filho de Jacob, não podiam levar á paciencia que o imperio estivesse na mão de Moysés. Indignando-se Deos por isso, foram os chefes engolidos pela terra; e os mais, em numero de 250, queimados por uma chamm que sahio do tabernaculo e tal foi o infelicissimo desfecho 'da sua ambição, a qual, no dizēt de Seneca, semper ire vult, et non potest stare, non aliter quam in præceps dejecta pondera quibus eundi finis est jacuisse.

(Mattei.)

Esquecem-lhe os prodigios lá do Egypto,
Os da terra de Cham já lhes não lembram:
Quão terrivel e grande Deos se mostra

Nas aguas do mar Rubro;

Quanto em toda a occurrencia o povo alcança,
Tudo absorve uma ingrata deslembrança.

Deos, resoluto já a exterminá-los,
Ia a ferir, se o Conductor sublime,
Moysés, não expuzesse o peito ao golpe:
Risca-me do teu livro,

Ou perdoa a este povo, Moysés disse,
A fim que Deos piedoso o não punisse.

Insensiveis a tanta heroicidade,
Da appetecida terra já não cuidam;
Uns com outros do Chefe murmuraram :
Incredulos sem tino,

Por palavras chimericas reputam

As de Moysés, tão pouco a Deos escutam.

Infelizes! assim abandonados

No tenebroso seio da ignorancia,
A Belphegor sagrados, se alimentam
De manjares mortiferos

Que com ritos absurdos sacrificam,
E ao falso nume illusos se dedicam.

Novo insulto ao Senhor, novas ruinas

(22) Obliti sunt Deum, qui salvavit eos, qui fecit magnalia in

Egypto, mirabilia in terra Cham,

terribilia in mari rubro.

(23) Et dixit, ut disperderet cos, si non Moyses electus ejus stelisset in confractione in conspectu ejus.

(24) Ut averteret iram ejus, ne disperderet eos, et pro nihilo habuerunt terram desiderabilem.

(25) Non crediderunt verbo ejus, et murmuraverunt in tabernaculis suis: non exaudierunt vocem Domini.

(26) Et elevavit manum suam super eos, ut prosterneret eos in deserto.

(27) Et ut dejiceret semen eorum in nationibus, et dispergeret eos in regionibus.

(28) Et initiati sunt Beelphegor (•), et comederunt sacrificia mortuorum.

(29) Et irritaverunt eum in adin

(*) Calmet na dissertação sobre o numen Beelphegor demonstra ser o mesmo que Adonis, cuja morte se pranteava todos os annos, em memoria do pranto que Venus tinha feito pelo mesmo motivo, e se celebravam os funebres banquetes de que estão cheios os livros dos mythologos. Este Adonis, segundo observa Calmet, era mais conhecido entre os orientaes pelo nome de Osiris, em cujo culto se usavam as mesmas ceremonias.

[blocks in formation]

(35) Et immolaverunt filios suos, Em seu peito emmudece a natureza:

et filias suas dæmoniis.

[blocks in formation]

Immolam sem piedade os charos filhos
Nas aras do demonio: inunda o sangue
Destas hostias humanas
O altar dos falsos numens Chananeos,

Tão crueis, que antes não tivessem Deos.

[blocks in formation]

(46) Ut confiteamur nomini sancto tuo, et gloriemur in laude tua.

(47) Benedictus Dominus Deus Israel à sæcula, et usque in sæculum: et dicet omnis populus, fiat, fiat (*).

Somos, Senhor, teus filhos consternados;
Como Pae nos liberta, e nos conforta:
Alentados, teu nome confessando,
Teus louvores tecendo,

Será nossa ventura permanente,
E tu glorificado eternamente.

⚫() Este ultimo versiculo é o costumado remate que os compiladores additaram Do fim de cada livro: corresponde ao Gloria Patri de que usamos no fim de todos os psalmos, e áquellas palavras que nas edicções dos livros sacros se encontram em lugar do simples finis, explicit.

[merged small][graphic]
« PredošláPokračovať »